Browse Month

junho 2019

Solicitar cartão de crédito: Veja formas de solicitar cartão de crédito online

Com o advento da internet, muitas práticas antigas sofreram alterações, facilitando o cotidiano de muitos, como solicitar cartão de crédito junto aos bancos e companhias financeiras.

Atualmente, é possível contratar um plano de crédito junto as instituições com alguns cliques ou baixando o aplicativo da empresa no smartphone ou tablet.

Para fazer o pedido online o interessado precisa, inicialmente, de ter uma conexão com a internet, podendo ser via cabo de rede, wi-fi, 3G ou 4G do celular.

Como solicitar cartão de crédito online pelo site

Fazer a solicitação pelo site da empresa é uma das formas facilitadas de pedir crédito ao banco. Além do cartão, também é possível contratar outros produtos, como empréstimos, por exemplo.

Entrando na página online da instituição financeira escolhida, o cliente tem acesso a todos os produtos oferecidos pela empresa.

Nesta página, o interessado deve localizar a opção referente aos cartões de crédito. Muitas fintechs possuem somente um cartão, porém, os bancos mais convencionais têm mais de um tipo.

Clicando na opção, o contratante será apresentado aos planos de cartões disponíveis e suas condições, escolhendo aquele que ele deseja.

Após o pedido, a instituição fará uma análise de crédito, vendo o histórico do CPF; renda mensal; movimentações na conta; entre outros critérios adotados para aprovar e estipular o limite.

Se aprovado, o cliente deverá encaminhar alguns documentos para formalizar o contrato, podendo encaminhar esses documentos por e-mail ou entregar pessoalmente em uma agência.

Como contratar cartão de crédito pelo aplicativo

Solicitar cartão de crédito através dos aplicativos é uma forma mais fácil de contar com esse serviço, pois todas as etapas são feitas pelo smartphone. Inicialmente, é necessário baixar o app do banco.

Depois do app instalado, o solicitante deve dar entrada no pedido. Abertura de conta, envio de documentos e outras exigências são feitas integralmente pelo celular.

Solicitar o cartão de crédito pelo aplicativo é uma prática muito comum nas fintechs, que não possuem agências físicas e possibilitam toda a interação com o cliente via online.

Empréstimo online: Como pedir empréstimo

Um empréstimo pode ser uma boa alternativa para tirar você do sufoco não é mesmo? E hoje em dia é muito fácil de conseguir um empréstimo online com taxas de juros e condições de pagamento atrativas. Confira como pedir empréstimo online.

Para ter segurança e não cair em nenhuma cilada ao solicitar o seu empréstimo online, elaboramos um passo a passo que pode lhe ajudar. Venha conferir:

01 – Passo: Escolha a operadora com cautela

Para escolher uma operadora de confiança, opte sempre por aquelas que já são reconhecidas no mercado. Procure se informar sobre as avaliações de clientes através do SAC ou sites de reclamações.

Desconfie se a operadora não parecer em nenhum mecanismo de busca. Além disso, analise o site e veja se possui a criptografia de segurança. Erros de escrita e páginas mal feitas podem ser indícios de fraudes, então fique a tento.

02 – Passo: Compare as opções disponíveis para o seu perfil

Hoje em dia é possível conseguir empréstimo online mesmo estando negativado, e existem diversas opções para você analisar a melhor para o seu bolso. Então antes de contratar o primeiro empréstimo online que aparecer, confira as opções de todas as operadoras.

03 – Passo: Confira as taxas de juros

As vezes olhamos apenas para o valor das parcelas do empréstimo online e esquecemos de avaliar os juros. As vezes se você tiver condições de pagar parcelas maiores os juros podem ser menores e valer a pena a longo prazo.

04 – Passo: Veja se os canais de comunicação são seguros

Embora a maioria das operadoras reconhecidas no mercado tenham métodos muito seguros de empréstimo online, os falsários podem se utilizar do nome de uma empresa para aplicar golpes. Por isso sempre confira os números de contatos e e-mails antes de realizar qualquer transação.

E lembre-se de nunca depositar dinheiro para liberar o seu empréstimo online. Essa não é uma prática segura de negociação.

 

Crédito Pessoal Online: Tudo sobre crédito pessoal online

Se você está precisando de um dinheiro extra para pagar aquela conta que apareceu de última hora, ou se você extrapolou no cartão de crédito, saiba que existem muitas maneiras de conseguir um empréstimo.

Hoje vamos trazer detalhes sobre o crédito pessoal online. Através desse crédito pessoal online você consegue essa grana extra sem muita burocracia. Quer aprender como solicitar o seu crédito? Então veja mais informações a seguir:

O que é o crédito pessoal online?

O crédito pessoal online é uma forma de você solicitar um empréstimo de forma rápida e sem sair de casa. Isso porque o processo é feito todo através da internet.

Chega de enfrentar as grandes filas dos bancos. Hoje já é possível fazer o crédito pessoal online, e ter o dinheiro depositado na sua conta sem burocracia.

Você não precisa ter medo de realizar o processo pela internet, pois é um meio seguro, você encontra a mesma segurança do que em um banco comum, a diferença a comodidade da sua casa.

Como funciona o crédito pessoal online?

Se você não possui bens para oferecer como garantia de pagamento, o crédito pessoal online é uma saída para você conseguir o empréstimo.

A financeira não tem uma garantia dos seus clientes, por isso cobra taxas um pouco maiores do que um banco comum. Mas se você pesquisar, existem muitas financeiras que hoje já conseguem abaixar essas taxas.

Por isso uma dica importante é pesquisar antes de solicitar o seu crédito pessoal online. Com uma pesquisa você consegue boas taxas.

O valor máximo da solicitação é de até R$ 35.000,00 e as formas de pagamento são muitas. Você pode pagar por boleto bancário ou por débito em conta corrente.

Aproveite mais essa vantagem do crédito pessoal online. E aproveite!

Máquina de cartão: 4 dicas para encontrar a máquina perfeita

É inegável que grande parte das vendas realizadas no Brasil são feitas com cartão de crédito. Seja pela praticidade de não andar com dinheiro, ou por aquele prazo para pagar. Independente do motivo, essa modalidade de pagamento cresce a passos largos.

E para seu estabelecimento ser competitivo e não perder vendas, aceitar cartão de crédito é essencial. Mas, com todas essas operadoras de cartão, oferecendo cada vez mais produtos e serviços, como saber qual maquininha usar?

Que empresa, ou modelos de máquina escolher. Será que comprar ou alugar? Conheça 5 dicas para encontrar a máquina perfeita e alavancar suas vendas.

Pesquise taxas

Essa pode parecer a dica mais óbvia, porém uma boa pesquisa pode apresentar diversos detalhes em ofertas muito similares. Tente entender as taxas em todas opções oferecidas pela cia de máquina de cartão.

Uma mesma empresa pode variar a taxa do crédito dependendo da bandeira. As taxas nos vouchers costumam ser mais caras em relação ao cartão de crédito, mas geralmente trazem bastante giro aos estabelecimentos.

Como é o recebimento?

Entenda como funciona o prazo para o recebimento do saldo das vendas. Dependendo da empresa, as compras no crédito podem demorar até 45 dias para cair na conta.

Por esse motivo, muitos estabelecimentos adiantam esse saldo. Entender as taxas de adiantamento de recebíveis é necessário, pois mesmo que haja uma cobrança, ter bastante giro em um estabelecimento pequeno é muito importante.

Essas taxas de adiantamento geralmente podem ser negociadas com as empresas de cartão. Pechinchar é o segredo para conseguir taxas menores.

Alugar ou comprar?

Essa é uma dúvida frequente na hora decidir que máquina escolher. Geralmente, em casos de estabelecimento menores, a opção mais viável é a compra da maquininha.

Isso se deve ao fato de que, estabelecimento menores não tem um grande volume de venda. E o aluguel é um compromisso mensal, seja você vendendo ou não. Claro que, alugar também pode ser vantajoso no caso de você precisar de várias máquinas.

Nesses casos, a própria empresa de máquina de cartão consegue um preço melhor no aluguel. Inclusive nas taxas, dependendo do poder de negociação do cliente.

Bom SAC

Pode parecer irrelevante, mas ter um relacionamento bom e direto com a empresa de máquina de cartão é necessário. Seja para pedir assistência em caso de alguma avaria ou problema com a máquina. Ou até mesmo para negociar taxas e tarifas.

Comprar Um Imóvel Em Porto Alegre

O Que Você Precisa Conferir Antes De Comprar Um Imóvel Em Porto Alegre

As maquetes e as propagandas dos empreendimentos com apartamentos mobiliados em Porto Alegre demonstram tantos equipamentos diferenciados, como espaços gourmets, brinquedotecas, piscina semiolímpica, saunas e até acessos privativos, dentre outros. Na verdade, essas maquetes projetam sonhos e são irresistíveis aos olhos dos interessados em comprar um novo apartamento.

E com todo esse requinte, obviamente, vem junto os enormes contratos burocráticos, cheio de jargões imobiliários, com as linhas pequenas e que, algumas vezes, se tornam indecifráveis para os leigos. É nesta hora, antes mesmo de assinar o contrato e começar a alimentar o charmoso elefante branco, devido as taxas não calculadas e até com juros incapacitantes, que se faz necessária a orientação de um advogado especializado em Direito Imobiliário.

Se você está se preparando para o sonho do imóvel próprio, leia com atenção essas 4 dicas e certifique-se que essa ideia será adequada a sua vida, em curto, médio e longo prazo. E para saber mais detalhes procure um escritório advocacia Porto Alegre:  

  1. QUAL A DIFERENÇA ENTRE O DOCUMENTO DE COMPRA E VENDA E A ESCRITURA DEFINITIVA DO IMÓVEL.

No contrato de compra e venda são descritos todos os pontos combinados entre você e a construtora ou incorporadora no ato da compra, como valores, prazos de entrega, documentos e o descritivo do imóvel. Já a escritura é o documento oficial que lhe dá a posse do imóvel e o que traz segurança ao que foi comprado.

  1. QUEM PAGA O ITBI?

O ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis), trata-se de um imposto municipal e suas regras percentuais variam de uma cidade para outra. Em Porto Alegre representa, em média, 3% do valor total do imóvel. Embora, não exista uma lei que tenha definido isso, mas o comprador é o responsável por custear esse tributo. Para evitar surpresas desagradáveis, indica-se que o novo proprietário reserve até 10% do valor total do imóvel para quitar documentações futuras.

  1. NÃO FOMOS AVISADOS SOBRE A PROIBIÇÃO DE BICHOS DE ESTIMAÇÃO.

Parece corriqueiro, mas vale a pena ver se o contrato, apesar de não traçar diretrizes e leis dos condôminos restringe a presença de animais de estimação. Oriente-se e avise sobre a presença do seu Pet na Assembleia de Convenção do Condomínio, isso evitará brigas e discussões futuras entre os moradores.

  1. POR QUE O MEU APARTAMENTO ESTÁ DIFERENTE DO QUE EU COMPREI NA PLANTA?

Mudanças repentinas e sem prévio aviso acontecem sim, e por diversos motivos, sendo os mais comuns a estética do imóvel ou mesmo falta de saldo provisionado para execução da obra. Se foi feita alteração no seu imóvel, como por exemplo, um quarto menor do que foi vendido, o prejuízo será sempre seu, que em alguns casos não receberá a restituição do valor já quitado.

Caso sua aquisição imobiliária seja alvo de perguntas que não conseguem ser respondidas pelos Contratos, no SAC das Construtoras ou mesmo com o seu Corretor, procure um escritório de advocacia Porto Alegre para que todas as suas dúvidas sejam tiradas. Lembre-se que o seu sonho do apartamento novo, pode trazer junto alguns desalentos e que só serão resolvidos com o amparo jurídico. Então, previna-se!