Browse Month

fevereiro 2019

motorista dirigindo um carro

Carros elétricos: saiba que cuidados tomar se você está pensando em comprar um

Os carros elétricos são uma realidade no mundo atual e sem dúvidas serão os automóveis do futuro.  No entanto, as pessoas ainda não estão acostumadas com esse tipo de tecnologia nos veículos, o que desperta o interesse em saber os cuidados que elas devem tomar antes de comprar um carro elétrico.

Para lhe ajudar selecionamos alguns pontos que devem ser levados em consideração na hora de adquirir um veículo elétrico.

5 cuidados antes de comprar um carro elétrico:

Antes de comprar um carro elétrico que é a tendência para o futuro você precisa observar alguns pontos importantes:

Rede de carregamento

Na cidade que você mora é fundamental ter alguns pontos de carregamento público de bateria. Caso não tenha, é necessário usar a própria rede elétrica da sua casa, o que é um processo mais demorado e precisa ser bem planejado, você irá percorrer longas distâncias.

Potência da rede doméstica

A rede elétrica das residências possui uma potência mais fraca do que as dos postos de carregamento, o que pode ser um problema na hora de carregar o veículo. Por isso, é importante analisar se o carro elétrico é uma boa opção para você levando em consideração os carregamentos, por exemplo:

Um Smart Fortw eletric drive que possui 160 km de autonomia, levando em conta que 90% é real, é necessário 3,5 horas para carregar 80% da bateria do veículo em um posto de carregamento público usando uma potência de 15 Amp.  Em uma residência usando um tomada com potência de 6Amp é necessário 8 horas para carregar.

Já o modelo Nissan Leaf 40 kWh Tekna com 241 km de autonomia anunciada precisa de pelo menos 11 horas para carregar 48% da bateria em uma tomada comum usando 6 Amp e em um posto de carregamento será necessário 5h30 usando 12 Amp.

Estacionar e carregar

Se você mora em uma região onde existem vários postos onde é possível estacionar e carregar o veículo não será um problema comprar um carro como esse.

No entanto, pode ser que a sua cidade não tenha esse tipo de posto de carregamento ou se tiver, é possível que todos estejam ocupados por conta da grande quantidade de carros elétricos ou  baixo número de postos disponíveis, o que pode ser um problema para você caso adquira um carro desses.

carro em um ponto de carregamento de bateria

Carregar em casa

Outro ponto que deve ser levado em consideração é a possibilidade de estacionar o carro e fazer o carregamento na sua própria casa. Se na sua residência possui uma garagem ou qualquer outro espaço que possa ser utilizado para estacionar e fazer o carregamento, não será um problema adquirir esse veículo.

No entanto, se você mora em um prédio, sem garagem privada ou sem tomadas elas não são recomendadas para os carros elétricos, porque será um problema para o proprietário carregar o seu veículo. O proprietário terá que improvisar uma maneira usando uma extensão ou fazendo uma instalação nova.

Autonomia x utilização

Os carros elétricos estão sendo desenvolvidos e aperfeiçoados cada vez mais. Porém, a autonomia desses veículos é um ponto a se pensar. Se você vai circular na área urbana com um carro que oferece 200 km de autonomia, é importante saber se é real, para isso, é preciso observar a leitura de ensaios.

No entanto, se no seu dia a dia você usa o seu carro tanto na área urbana quanto na estrada e talvez faça mais do que 200 km a autonomia do carro poderá ser insuficiente.

Gostou deste artigo? Esse novos veículos já são uma realidade em diversos países e tendência para o futuro mundial para substituir os carros movidos a combustível, já que eles não poluem o meio ambiente. No entanto, se você pretende comprar um carro elétrico é importante observar todos os pontos citados acima para saber se ele será uma boa opção.

De qualquer maneira, já existe no Brasil os chamados carros híbridos, que são movidos a eletricidade e também a outro tipo de combustível, o que facilita o deslocamento em longas distâncias.

Ainda assim, não esqueça de visitar regularmente uma mecânica em Curitiba para fazer uma revisão no seu veículo antes de pegar a estrada. E se você quer saber quais serão os novos modelos previstos para chegar no Brasil em 2019, veja o artigo da revista Quatro Rodas. 

5 Cursos para quem gosta de tecnologia

Você sempre foi antenado nas últimas tendências da tecnologia e tem facilidade em entender conceitos como robótica, programação ou como funciona a mecânica por trás de um aplicativo de sucesso?

A Tecnologia está cada vez mais em evidência em todos os aspectos da vida, e isso faz com que a oferta de cursos para quem gosta de tecnologia seja ampla, oferecendo um vasto cenário de atuação profissional.

Para te ajudar a se aprofundar nessa área de conhecimento, compilamos uma lista de 5 cursos para quem gosta de tecnologia, acompanhe!

Análise e Desenvolvimento de Sistema

Tem vontade de aprender a construir um aplicativo de celular? Essa é uma das coisas que o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistema permite, sendo ideal para quem gosta de tecnologia e, ainda por cima, trata-se de uma área com forte potencial de crescimento nos próximos anos.

Ciência de Computação

Linguagens de computação parece português para você? Você sonha em criar aplicações robustas para empresas e até mesmo criar uma rede social? Então experimente começar a pensar em cursar Ciência de Computação, um curso ideal para quem gosta de tecnologia e também curte descobrir novas formas de usar computadores.

Engenharia de Computação

O curso de Engenharia de Computação é voltado para quem gosta de tecnologia e seus periféricos físicos, como placas de drives e chips, sendo responsável por desenvolver novos equipamentos como computadores e smartphones.

Engenharia de Controle e Automação

Criar uma linha de produção em uma fábrica ou automatizar a escala produtiva de uma empresa é uma tarefa complexa, mas, se você gosta de tecnologia e tem curiosidade em entender esse processo, o curso de Engenharia de Controle e Automação pode ser um bom caminho a ser seguido.

Jogos Digitais

Gosta de tecnologia e curte entender os mecanismos por trás de um jogo de videogame ou smartphone, decifrando como é configurada a inteligência artificial deles, por exemplo?

O curso de Jogos Digitais é outro que está cada vez mais em evidência, e não irá te ensinar somente a criar jogos, mas também a criar mecanismos automatizados que podem auxiliar profissionais de outras áreas, como braços robóticos cirúrgicos.

Como você pode ver, existe uma ampla variedade de cursos para quem gosta de tecnologia, possibilitando que você explore ao máximo as engrenagens das novas invenções e sendo uma forma de você se aprimorar profissionalmente em uma área com demanda crescente.

Espinhas internas: veja como se livrar desse problema

Receitas caseiras, medicamentos, limpeza de pele, alimentação equilibrada – alguns cuidados antes, durante e depois das espinhas internas são necessários se você quiser acabar com elas de vez.

Também chamadas de pápulas eritematosas inflamatórias, as espinhas internas não costumam evoluir para pústula, ou seja, pus visível. A causa é o acúmulo de sebo nas glândulas sebáceas, e o seu excesso abstrói a pele, não deixando uma saída para a inflamação.

O resultado são bolinhas vermelhas e dolorosas que podem surgir no rosto, na cabeça, no ouvido, nas costas ou em outras áreas do corpo.

Se você quer aprender como secar espinhas internas urgentemente e nunca mais sofrer desse problema, acompanhe este artigo e conheça alguns tratamentos.

Receitas caseiras para espinhas internas

Antes de conhecer alguns tratamentos caseiros, é importante lembrar que não se deve espremer as espinhas internas, forçando-as à erupção. Esse ato só agrava o problema, aumentando o inchaço e a inflamação.

Conheça agora as receitas caseiras para tratar a espinha interna:

Chá preto

O chá preto, feito a partir das folhas velhas da Camellia Sinesis é uma bebida com efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios.

Para prepará-lo, você vai precisar de um sachê de chá preto em 100 ml de água. Ferva essa água por até 3 minutos e aguarde até ficar morno. Em seguida, coloque esse sachê sobre a pele afetada pelas espinhas internas e deixe agir por 30 minutos.

Limpeza de pele

A limpeza na pele é fundamental para manter o pH equilibrado e evitar o surgimento da acne, cravos, espinhas internas e externas.

Um sabonete de acordo com o seu tipo de pele e uma boa esfoliação podem ajudar a prevenir e a tratar as espinhas internas.

Mas cuidado! O uso abusivo de esfoliantes ou até mesmo o ato de lavar muito o rosto promove o efeito rebote: quando o organismo entende que está faltando sebo e o produz em maior quantidade para suprir a deficiência. O sebo é algo natural de nossa pele e não deve ser eliminado.

Nessa etapa também é válido o uso do tônico adstringente para contrair os poros, eliminar as impurezas e controlar a oleosidade.

Caso a esfoliação seja feita durante o dia, nunca esquecer o filtro solar, pois além das espinhas há o risco de vermelhidão e o envelhecimento precoce.

Gelo

Se você perceber que a espinha interna está se desenvolvendo, aplique gelo sobre a área por cinco minutos. Para isso, coloque-o dentro de um saquinho ou envolvido por toalha. Isso evita que o gelo queime a pele.

Os cubos de gelo têm ação anti-inflamatória, reduz a vermelhidão e a dor, além de fechar os poros e ajudar no controle da oleosidade.

Cuidados extras

Mesmo após as espinhas internas terem desaparecido é importante manter a pele saudável a fim de evitar um novo surgimento desses problemas. A seguir, alguns cuidados extras que ajudam no tratamento, veja:

  • Troque a alimentação – Evite ao máximo os alimentos gordurosos e açucarados, como sorvetes, chocolates, amendoim e bolos, pois eles irritam as glândulas sebáceas.
  • Evite a maquiagem – A maquiagem obstrui os poros e aumenta a oleosidade da pele, mas não removê-la prejudica ainda mais. Caso ainda queira fazer uso da maquiagem, dê preferência aos produtos oil free, e que tenham componentes que garantem o controle da oleosidade.

Com todos esses cuidados e receitas caseiras, as espinhas internas não têm vez!

Porém, nada substitui um profissional, ainda mais se o seu caso for mais grave e você sofre de psoríase ou dermatite. O dermatologista vai saber identificar o melhor medicamento para o seu caso, seja de uso tópico ou oral.

Como manter um empreendimento lucrativo e escalável

Todos nós sabemos que muitas empresas falham. Na verdade, a maioria delas falham miseravelmente e por isso, acabam falindo.

Eu queria ter um toque mais positivo e falar sobre o que faz um pequeno negócio bem sucedido no mercado atual e como você pode construir um negócio melhor. No entanto, as estatísticas não são boas para empreendedores.

Por isso, nós da Mermerpazar fizemos este artigo para te ajudar a melhorar seu negócio.

Pedir emprestado de maneira inteligente

Há tantas más maneiras de pedir dinheiro emprestado. Felizmente, é muito fácil evitar tomar uma decisão horrível.

Isso significa que o banco está cobrando quatro por cento a mais do que empresta o seu dinheiro. Na realidade, isto significa que as pequenas empresas pagaram entre 8% e 12% de juros, mas não porque escolheram mal.

Além de empréstimos bancários tradicionais, as empresas tem acesso a todos os tipos de financiamento coletivo e pessoas que tem interesse em emprestar dinheiro pela Internet. Ainda no mês passado, pode fornecer capital para clientes que nunca teriam se qualificado para um empréstimo bancário.

Use cartões e benefícios de maneira correta

Use cartões de crédito apenas para compras inteligentes.

As taxas de juro estão a subir, o que significa que é uma boa altura para rever o que está devendo.

Qualquer coisa baixa e fixa é uma excelente escolha. Os empréstimos a taxas elevadas, geralmente empréstimos a curto prazo devem ser evitados na medida do possível.

O pior de todos os mundos é quando altas taxas atingem taxas variáveis, e isso pode ser algo delicado para seu empreendimento. Estes empréstimos flutuantes são recursos que você realmente precisa ter cuidado.

Verifique seus empréstimos para ver o que você tem no lugar, e contacte o seu banco sobre a consolidação de seus empréstimos de juros mais elevados sob uma, menor taxa guarda-chuva.

Cuidado com contratações

Ao contratar um novo funcionário pode levar semanas ou até meses, contratar um freelancer pode acontecer durante a noite. Em ambientes pesados como desenvolvimento e design, você pode contratar alguém de manhã para um trabalho naquela tarde.

As empresas bem sucedidas estão a alavancar esta flexibilidade à escala sem assumir muitos custos recorrentes.

Os contratantes estão também de se beneficiando, uma vez que o aumento da procura aumenta o controle do seu fluxo de caixa e cria mais oportunidades para trabalhar em projetos.

Encontre uma boa fonte de freelancer para o seu negócio e prepare-os para o trabalho. Desta forma, você pode tomar decisões de última hora e escala rapidamente.

Tenha melhor planejamento

Embora haja claramente valor em ter um plano, e evitar surpresas desagradáveis, há muito valor na criação de um plano. A previsão requer que os empresários pensem em vários cenários e encontrem respostas e soluções para os problemas previstos.

Estudos mostram que as empresas com planos crescem 30% mais rápido do que as que não têm.

Seguro Viagem: O que é e em quais países é obrigatório?

Viajar para outros países e conhecer novas culturas é o sonho que está nos planos de muitos dos brasileiros. Mas para isso tem algumas coisas que são imprescindíveis para que a viagem seja tranquila e bem aproveitada como por exemplo, contratar um seguro viagem.

Obrigatório ou não, o seguro viagem é fundamental para que possamos viajar seguros contra qualquer imprevisto e sem preocupações.

No decorrer deste post você vai ver o que é um seguro viagem e em quais países é obrigatória a sua contratação. Vamos lá!

O que é um seguro viagem?

O seguro viagem como o nome já diz, é um seguro que serve basicamente como um plano de saúde durante todo o período da viagem do segurado. O seguro viagem garante que você fique amparado contra qualquer imprevisto como acidentes, doenças, óbito, entre outros… pois ele cobre despesas médicas hospitalares, odontológicas, assistência farmacêutica e até seguro para extravio de bagagem. Ou seja, o seguro evita muito estresse e gastos extras que podem ser muito altos. Por isso, é sempre necessário se resguardar e viajar tranquilo e seguro, principalmente quando o assunto é viagem internacional, onde o seguro viagem muitas vezes é obrigatório.

Seguro viagem obrigatório

Há muitos países onde o seguro viagem é obrigatório, e caso você não contrate um, corre o risco de nem chegar a entrar no país. A grande maioria são países europeus signatários do tratado de Schengen. O tratado estabelece que o seguro viagem é obrigatório para turistas, com cobertura mínima de 30 mil euros para despesas médicas hospitalares em casos de acidentes ou doenças.

O tratado de Schengen é vigente na maior parte dos países da união europeia, exceto Reino Unido e Irlanda, mas atenção: a Irlanda também exige o seguro viagem com suas próprias regras. Também há países que não fazem parte da UE mas são membros do tratado de Schengen.

Os países do tratado de Schengen são: Portugal, Alemanha, Bélgica, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, República Tcheca, Finlândia, Franca, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Áustria, Liechtenstein, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Dinamarca, Polônia, Suécia e Suíça. Outros países também estão em fase de implementação do tratado de Schengen e em breve também farão parte como: Romênia, Bulgária, Croácia e Chipre.

Na Austrália o seguro viagem é obrigatório também, o governo australiano exige a aquisição do Overseas Student Health Cover (OSHC) para intercambistas, o que dá direito ao estrangeiro a fazer uso do sistema público de saúde do país.

Cuba e Venezuela apesar de não serem países europeus, também são países que exigem o seguro viagem com suas próprias normas.

Regras e como contratar um seguro viagem

É importante lembrar que exceto os países que fazem parte do tratado de Schengen, os outros países em que o seguro viagem é obrigatório tem suas próprias regras e normas. Portanto, quando começar a planejar sua viagem, seja a trabalho, intercâmbio ou mesmo a passeio, não esqueça de pesquisar quais são as normas vigentes no país em que deseja visitar. Também é fundamental contratar um seguro viagem de confiança e que ofereça suporte de qualidade e preços justos. Uma ótima dica é visitar o site da Multi seguro viagem: https://www.multiseguroviagem.com.br/  onde você pode cotar o valor do seguro viagem rapidamente, além de a empresa oferecer também um ótimo suporte ao cliente. Confira!

Pós-graduação Online: As melhores faculdades de pós online do Brasil

O que é Educação a Distância (EaD)

É uma espécie de transmissão, construção e reconstrução de conhecimento, isto é, um modelo de educação realizado via on-line. Esse tipo de ensino tem a mesma função das instituições com ensino presencial, a diferença reside na efetividade do processo – que conta com maior flexibilidade aos participantes, mais disciplina para seguir o conteúdo, mais economia com deslocamentos e valores de mensalidades e desenvolvimento de autonomia e motivação pelo estudante. Desde 1996 esse tipo de ensino é suportado pela legislação especialmente quando relacionado aos cursos de licenciatura e tecnológicos. Hoje em dia é totalmente possível a realização de uma pós-graduação online, por exemplo.

Importante notar que cursos para formação de professores dificilmente entrarão em déficit já que é uma profissão sem possibilidade de ser substituída enquanto as profissões tecnológicas – como os engenheiros de computação e de software – são vistas hoje, segundo o Fórum Econômico Mundial – como profissões do futuro.

Já em relação a qualquer área profissional, os cursos de graduação e pós-graduação têm cada vez mais utilizado disciplinas EaD, mesmo que não de forma integral, em suas grades curriculares. As instituições públicas, por exemplo, utilizam largamente optativas online para que seus alunos com alta carga horária possam cumprir a demanda dos conteúdos.

 

Uma pós-graduação online é válida no Brasil?

 

O Ministério da Educação (MEC) prontamente avalia a qualidade dos cursos de ensino superior no Brasil e isso inclui os cursos EaD. Os resultados mais recentes, de 2017 e 2018, revelaram que Ciências Biológicas, Pedagogia e Química foram os cursos mais bem avaliados nessa modalidade à distância. Essa avaliação leva em conta o Conceito Institucional (CI) e o Índice Geral de Cursos (IGC).

Além disso, há muitos profissionais que desejam aprofundar os estudos e qualificar-se ainda mais com o auxílio dos cursos da pós-graduação online. Os cursos Stricto Sensu são basicamente voltados ao ambiente acadêmico – com mestrados e doutorados – enquanto os cursos Lato Sensu são os de especialização e Master of Business Administration (MBA).

Quais são as melhores pós-graduações online?

 

Agora que você se sente seguro sobre a legitimidade dos cursos EaD, as vantagens e os cursos mais propícios a essa modalidade educativa, que tal conhecer as principais opções de pós-graduação online do Brasil na modalidade Stricto Sensu?

Existem quase 200 cursos e a lista a seguir seleciona cursos com CI máximo em diferentes regiões brasileiras, segundo o portal e-MEC.

 

  1. Centro Universitário Ritter dos Reis (UNIRITTER) – Porto Alegre/RS
  2. Universidade Vila Velha (UVV) – Vila Velha/ES
  3. Centro Universitário Senac (SENACSP) – São Paulo/SP
  4. Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (EBAPE) – Rio de Janeiro/RJ
  5. Escola Bahiana de Medicina e de Saúde Pública (EBMSP) – Salvador/BA

 

Quanto ao Lato Sensu, quem avalia, nesse caso, é a Coordenação de Aperfeiçoamento de Nível Superior (Capes) a qual, por meio de um sistema chamado Universidade Aberta Brasileira (UAB), que autoriza o funcionamento de cursos de pós-graduação online – por isso existe um número bem reduzido comparado ao Stricto Sensu. Alguns dos cursos são:

 

– Administração Pública (ProfiAP)

– Mestrado Profissional em Matemática em Rede Nacional (Profmat)

– Mestrado Nacional Profissional em Ensino de Física (ProFis)

– Mestrado Profissional em Letras (Profletras)

 

Comenta aí embaixo qual pós-graduação online você faria!